Ônibus, trem ou metrô: aplicativo de mobilidade urbana traça a rota ideal para qualquer transporte público

Quem nunca, ao andar de ônibus, pediu aquela ajuda ao cobrador para tentar descobrir o ponto exato para descer do coletivo? Cidades grandes como São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo, possuem milhares de rotas que confundem até quem nasceu e sempre viveu nessas metrópoles. E quando o assunto é metrô e trem, o cenário é o mesmo: diversas linhas e estações mais distantes tendem a confundir quem está habituado a fazer o mesmo percurso todos os dias.

Mas assim como em diversas outras áreas, a tecnologia também pode facilitar (e muito!) a vida de quem usa transporte público. Os aplicativos de mobilidade urbana têm sido cada vez mais efetivos no que diz respeito a indicar trajetos – tendo, inclusive, substituído mapas e outros dispositivos de GPS.

O Waze e o Google Maps têm cumprido muito bem a função de indicar rotas, mas o Moovit é, sem dúvidas, a melhor opção para quem se desloca de ônibus, metrô ou trem. Isso porque, além de indicar as melhores rotas para cada um desses modais (baseado na localização dos endereços de origem e destino), o app calcula o tempo de viagem e informa a tarifa e o horário que o ônibus vai passar, fazendo com que o usuário economize tempo e possa se planejar.

O aplicativo não exige cadastro e é bem fácil de usar

Ainda é possível configurar o aplicativo para informar o local exato no qual é preciso desembarcar, caso a rota tenha sido traçada já dentro do próprio ônibus. Quem precisa do cobrador agora, hein?

No Brasil, o Moovit funciona em São Paulo, São José dos Campos, Campinas, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Fortaleza, Goiânia, Manaus, Natal, Salvador e Recife. Seu download é gratuito e pode ser feito na Apple Store, pelo iOS, no Google Play, para quem tem o sistema Android ou no Windows Phone Store.

Desde a sua criação, em 2012, o app já recebeu mais de US$ 133 milhões em investimentos e a estimativa é de que, até 2012, supere a marca de 1 bilhão de usuários.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *