Para o bem ou para o mal: o uso da tecnologia influencia diretamente em nossas vidas

Não dá dúvidas de que a tecnologia é uma grande aliada. Afinal, ela facilita nossas vidas e torna absolutamente tudo o que queremos e desejamos saber mais acessível. No entanto, assim como há dispositivos tecnológicos que podem ser usados para o bem – como os simuladores de direção veicular, por exemplo, que recriam a experiência de dirigir e preparam os candidatos à carteira de habilitação para lidar com situações de risco na vida real -, há também o outro lado da moeda, que pode fazer mal e até mesmo matar.

Nesse contexto no que diz respeito à mobilidade humana, os celulares são os principais vilões. Os smartphones representam a terceira maior causa de mortes no trânsito no Brasil, devido à distração causada pelos aparelhos. Especialistas estimam que cerca de 150 pessoas morrem todos os dias por esse motivo – em média 54 mil óbitos por ano.

O Instituto Mobih reforça a importância do uso da tecnologia a favor do bem – e como tal aplicação tem o poder de aprimorar e, por que não, transformar a vida das pessoas. Veja mais no vídeo apresentado por Carlos Alberto Santana, fundador do Instituto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *